20 de março — Dia Mundial da Saúde Bucal

Tema 2021: Tenha orgulho de sua boca

Se você gosta de comer, beijar, beber, sorrir, falar, cantar, gritar, dia 20 de março junte-se a nós na celebração do dia Mundial da Saúde Bucal, instituído oficialmente em 2012 pela FDI (Federação Dentária Internacional — World Dental Federation).

O tema para os próximos três anos é uma mensagem simples e poderosa: Tenha orgulho de sua boca. Em outras palavras, valorize e cuide disso. A saúde bucal é um componente importante da saúde geral. Não é possível que um trabalhador exerça suas funções de forma adequada com dor de dente. Uma pessoa pode ter muita dificuldade de ser admitido em um novo emprego dependendo de sua condição bucal, ou ainda uma criança pode sofrer bullying por causa de sua condição bucal.

O que você pode fazer para manter sua saúde bucal?

1. Escovar os dentes diariamente sempre com pasta fluoretada

Desde o nascimento do primeiro dente, temos que utilizar pasta com flúor com pelo menos 1.000 ppm. Procure por essa informação que está bem pequena na embalagem da pasta de dentes! Pastas com baixo teor de flúor não protegem os dentes contra a cárie.

2. Passar fio dental

Sabemos que o fio dental é caro e muitas vezes difícil de passar, mas é preciso incorporar este hábito. Dessa forma, a gengiva fica muito mais, evita-se cáries entre os dentes e melhora a aparência geral do sorriso.

Na internet há vídeos que explicam como utilizar sacolinhas de mercado e outros dispositivos como substitutos do fio dental.

E quando não é possível ter acesso a escova e fio dental?

Podemos lançar mão de métodos alternativos como escova de bucha vegetal (escova ecológica), escovas de dente feita com esponja de lavar louça e no lugar do fio dental, ráfia e a linha indiana (ou fitas de sacola plástica).

Confira a SOF criada pelo Núcleo de Telessaúde São Paulo registrada no site da BVS Atenção Primária em Saúde:

Existem métodos alternativos baratos e seguros para a higiene bucal em famílias carentes?

3. Fazer auto exame da boca

Você já ouviu falar no câncer de boca? Pois é língua, gengivas, céu da boca podem desenvolver câncer e você pode ser o primeiro a suspeitar dessas lesões.

Olhe sua boca com frequência, se uma afta, muitas vezes indolor, não cicatrizar em 14 dias, busque ajuda de um dentista no posto de saúde mais próximo.

Você sabia que o Brasil é um dos únicos países do mundo que oferece Odontologia 100% gratuita no sistema público de saúde?

No Brasil, durante muito tempo, a Odontologia esteve afastada das políticas públicas de saúde. Em 2003 com o lançamento da Política Nacional de Saúde Bucal (Brasil Sorridente) garantiu-se a reorganização dos atendimentos odontológicos a partir da atenção básica, e qualificando a atenção especializada (atenção secundária) com a implantação dos CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) e Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias (LRPD) e o acesso à atenção terciária (hospitais), além de outras articulações intersetoriais, garantindo a integralidade nos atendimentos.

Autoras

Coordenador Temático I — Odontologia

Possui graduação em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2001), mestrado em Odontologia (Patologia Bucal) pela Universidade de São Paulo (2004) e doutorado em Ciências Odontológicas pela Universidade de São Paulo (2010). Atualmente é professora professora doutora da Disciplina de Clínica Ampliada de Promoção de Saúde da Faculdade de Odontologia (FOUSP) da Universidade de São Paulo, em regime de dedicação exclusiva (RDIDP). É credenciada como orientadora permanente do programa de Pós-graduação em Ciências Odontológicas da FOUSP, é pesquisadora dos Observatórios de Recursos Humanos em Odontologia e do Observatório Ibero-americano de Políticas públicas de Saúde Bucal. É pesquisadora do grupo de Pesquisa de Saúde Bucal Coletiva do CNPQ. Atualmente coordenada grupo de pesquisa em Formulação de Políticas públicas em saúde bucal Informadas por Evidência Científica da FOUSP e o Núcleo de Evidências credenciado pelo Ministério da Saúde e EVIPNET. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Saúde Coletiva e Odontologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: pesquisa qualitativa, Odontologia, recursos humanos em saúde, telessaúde, teleodontologia, ensino na saúde, políticas públicas informadas por evidências, Políticas públicas de saúde bucal. Saiba mais: Aqui

Coordenador Temático II — Profissional de Saúde

Graduada em Odontologia. Doutora em Ciências, área de concentração Odontologia Social na Universidade de São Paulo. Mestre em Clínica Odontológica, área de concentração Odontopediatria na UNIMAR. Especialista em Radiologia Odontológica na FUNDECTO USP. Especialista em Endodontia na UNICASTELO. Especialista em Políticas e Planejamento em Gestão e Avaliação em Saúde Bucal na UFPE. Tem experiência na área de Odontologia atuando na área clínica. Professora de cursos de graduação e pós graduação em Endodontia, Odontopediatria, Clínica Integrada, Clínica de Atenção Básica e Saúde Coletiva. Professora da Universidade de Mogi das Cruzes. Professora da Universidade Anhanguera. Coordenadora Temática II do Núcleo de Telessaúde da UNIFESP. Autora do livro Interação Odontopediátrica: uma visão multidisciplinar. Saiba mais: Aqui

Coordenador Temático I — Odontologia

Graduada em Odontologia pela Universidade de Taubaté — UNITAU (1985), Mestre (1998) e Doutora em Endodontia (2003) pela FOUSP; Pós-Doutorado em Teleodontologia, pela FMUSP (2010). Foi Consultora de OPAS/Ministério da Saúde no Programa Telessaúde Brasil (2009–2010). Atualmente é Professora-Doutora de Teleodontologia e Endodontia na FOUSP, Projetista e Coordenadora do Núcleo de Teleodontologia/Telessaúde (NTo-Ts) CPDigi FOUSP, e, ex-conselheira eleita para o Conselho Regional de Odontologia do Estado de São Paulo, CROSP (gestões de 2013/14 e 2015/16). Tem experiência na área em Odontologia e Docência Universitária, com ênfase em Endodontia, atuando principalmente nos seguintes temas: Docência Universitária; Estratégias de Ensino-aprendizagem; Tecnologias móveis aplicadas à Educação e Didática no Ensino Superior; Produção de Material Didático para ensino presencial e a distância; Ensino a Distância na Saúde (EaD); Endodontia; Educação Continuada; Ensino Odontológico; Design Instrucional; Teleodontologia; Telessaúde; Informática em Saúde e, Avaliação. Membro SBPqO, IADR, ADEA, ISfTeH e ABTms. Saiba mais: Aqui

#MouthProud #WOHD21 #WOHDPk #WorldOralHealthDay #DiaMundialdaSaúdeBucal #SaúdeBucal

Universidade Federal de São Paulo - Unifesp

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store